(E)u tento desfaçar mas está escrito no meu olhar,minha
(U)fania não me deixa declarar.Prefiro deixar o

(T)empo passar para ver se você percebe,não tenho pressa te
(E)spero o tempo que for,mas por favor não demore pois

(A)nsiedade pode matar-me de ilusão.Não
(M)inta seja sincero,apenas diga sim ou não para
(O) meu coração ele entenderá a sua decisão.

- Sob um Céu de Acasos

há um tempo em que as ilusões se dissipam
e a corda que nos sustentava se rompe
há um tempo em que as hastes se curvam
derrubando as flores soberbas
e os botões que seriam buquês

há um tempo em que as pedras trincam
as raridades se partem
os achados se perdem
e ninguém sabe onde foram parar os poemas
os guarda-chuvas
os sortilégios
os pássaros
as bonecas das meninas mortas
os chapéus que sumiram na ventania

há um tempo um tempo um só tempo
depois não há mais tempo
porque soaram as sirenes que proíbem a fantasia
a realidade não acolhe planos
sob um céu de acasos e sonhos minados

- Pensamento

"A vida nos reserva pensamentos de prazer,
e outros de pouca importância para nosso crescimento, e alegria interior.
Possuímos esperanças e grandes possibilidades em atingir
o desejo supremo de nossos corações, o de ser feliz.
Aqui neste momento, observe que nada o impede de sorrir,
nada o impede de sentir amor, tampouco de reservar à si
 um tempo para sentir a felicidade, em seu sentimento
 de estar presente, existindo e presenciando a verdadeira razão de viver:
descobrir que a felicidade nos acompanha a todo o momento,
na simplicidade de ser, sorrir, e amar à si e a todos".

- Duas Taças

 
Duas taças, vinho Tinto,
Cordier Collection Privée,
 na penumbra do recinto..
 Sozinho: Eu e você.
Som suave, brisa mansa, roçam em nós de mansinho,
 corpos colados na dança..
Trocas de afagos e carinhos.
 No Céu, um mundo estrelado:
 Galáxias, Constelações..
 No quarto quase apagados, batem fortes e acelerados,
dois felizes corações.
 Na cama,
 lençol de linho, uma colcha de cetim.
 Dois travesseiros jogados..
 Um casal apaixonado,
 brindando à vida..

- Paraíso

http://www.tensoeseintencoes.blogger.com.br/ROSA.jpg 
Deixa ficar comigo a madrugada,
Para que a luz do sol não me constranja
Numa taça de sombra estilhaçada
Deita sumo de lua e de laranja

Arranja uma pianola, um disco, um posto
Onde eu ouça o estertor de uma gaivota...
Crepite, em derredor, o mar de agosto
E o outro cheiro, o teu, à minha volta!

Depois, pode partir. Só te aconselho
Que acendas, para tudo ser perfeito,
À cabeceira a luz do teu abraço
Entre os lençóis, o lume do meu peito...

Depois pode partir, de nada mais preciso
Para minha ilusão do paraíso...

- Olhar que Procura

http://www.paixaoeamor.com/arquivos/fotos/87092.jpg 
Vida sem exaustão..
Ternura.. Guarida..
 Na chegada do caminho melhor !
Olhar que procura carinho..
 Quase inerte..
 Espera a vida com esperança..
Espero..
Esperança mesmo que tardia ..
Espero...
Olhar que procura, não quer desilusões.
 Olho ainda...
No desejo de encontrar sem medo...
Caminho...
 No meu molhar a procurar !!!

- Forças

http://cdnimg.visualizeus.com/thumbs/4b/9a/art,dark,hair,dress,girl,grey-4b9a657cf1cbcd9492b1dadb8198a79c_m.jpg 
Falta-me forças para sorrir,
Falta-me forças para olhar você
E pedir-lhes para que não vá embora

Não me abandone na escuridão de meus pensamentos,
Pois falta-me forças para lutar.

Falta-me forças para caminhar,
Falta-me forças para respirar,
Falta-me forças para pensar em você.

Procuro-te ànoite,
Em todos os cantos de minha mente,
Onde tenho medo de viajar,
Onde nunca estive.

Procuro-te nos confins de minha cabeça
Só ouço sua voz,
Dizendo para eu ter forças
Mas meu coração esta lento e duro,
Pois não tenho mais forças para viver!

- Proposta

http://4.bp.blogspot.com/_e2X7nUpeHxQ/S5q6e8bgYNI/AAAAAAAAAS0/X2ueZHrWCOw/s400/LOUCURA1.JPG 
Não quero passar por você simplesmente à toa,
como um meteorito perdido.
Não quero ser a Floresta de mistérios ou enganos,
incompreendida e intocada.
Não desejo ser a turbulência de um instante vazio,
de uma noite de vinhos ou de uma solidão áspera.
Não pretendo ser uma tempestade de ventos ruidosos,
mas a aragem de uma calmaria.
Não quero tampouco,
ser armadilha de laços ou passos incertos.
Quero ser sua Lua para clarear um caminho,
um Talismã para lhe dar sorte,
sua chama acesa, sua espada de Luta.
Quero ser seu ninho quente, seu porto seguro,
sua flauta doce para tocar cantigas de amor.
Quero fazer parte de sua vida, do seus sonhos,
e estar presente em todas as circunstancias .
Não como sombra per seguinte,
mas a parceira de todas as horas.
Quero ser clareira, o farol de felicidade,
a candeia .. a companhia.
Se houver agonia,
quero ser sua prece em versos brancos sua saudade inconstante, sua esperança.
E como há tempo, a gente sonhará muito.




- Sempre Medo...

http://2.bp.blogspot.com/_BEd4RQ4S8-M/TQAInmhCXPI/AAAAAAAAABY/bkLeJiBCpmI/s1600/Time_freeze_by_mariedark_large_large.jpg 

Dorme tensa a pequena sozinha como que suspensa no céu
Vira mulher sem saber, sem brinco, sem pulseira, sem anel
sem espelho, sem conselho, laço de cabelo, bambolê
Sem mãe perto, sem pai certo...sem cama certa, sem coberta,
vira mulher com medo, vira mulher sempre cedo.
Menina de enredo triste, dedo em riste,
contra o que não sabe quanto ao que ninguém lhe disse.
A malandragem, a molequice se misturam aos peitinhos novos
furando a roupa de garoto que lhe dão dentro da qual mestruará
sempre com a mesma calcinha, sem absorvente, sem escova de dente,
sem pano quente, sem O B.Tudo é nojo, medo, misturação de “cadês.”
E a cólica, a dor de cabeça, é sempre a mesma merda,
a mesma dor, de não ter colo, parque ..pracinha, penteadeira, pátria.
Ela lua pequenininha não tem batom, planeta, caneta,
diário, hemisfério, Sem entender seu mistério,
ela luta até dormir mas é menina ainda; chupa o dedo
E tem medo de ser estuprada pêlos bêbados mendigos do Aterro
tem medo de ser machucada, medo. Depois mestrua e muda de medo
o de ser engravidada, emprenhada, na noite do mesmo Aterro.
Tem medo do pai desse filho ser preso, tem medo, medo
Ela que nunca pode ser ela direito, ela que nem ensaiou o jeito com a boneca
vai ter que ser mãe depressa na calçada ter filho sem pensar, ter filho por azar
ser mãe e vítima. Ter filho pra doer, pra bater, pra abandonar.
Se dorme, dorme nada, é o corpo que se larga, que se rende
ao cansaço da fome, da miséria, da mágoa deslavada
dorme de boca fechada, olhos abertos, vagina trancada.
Ser ela assim na rua é estar sempre por ser atropelada
pelo pau sem dono dos outros meninos-homens sofridos,
do louco varrido, pela polícia mascarada.
Fosse ela cuidada, tivesse abrigo onde dormir,
caminho onde ir, roupa lavada, escola, manicure, máquina de costura, bordado,
pintura, teatro, abraço, casaco de lã podia borralheira
acordar um dia...cidadã. Sonha quem cante pra ela:
“Se essa Lua, Se essa Lua fosse minha...”
Sonha em ser amada, ter Natal, filhos felizes,
marido, vestido, pagode sábado no quintal.
Sonha e acorda mal porque menina na rua,
é muito nova é lua pequena demais
é ser só cratera, só buracos, sem pele, desprotegida, destratada
pela vida crua. É estar sozinha, cheia de perguntas
sem resposta sempre exposta, pobre lua
É ser menina-mulher com frio ..mas sempre nua.

- Por onde Andas ?

http://1.bp.blogspot.com/_AkX7SXH-6_8/TMoBVdY_ojI/AAAAAAAAArY/85OBQJMMHek/s1600/caminhos.jpg 
Procuro-te pelo Espaço.
E o encontro nas Estrelas...
Na poeira cósmica, brilhando como Diamante eterno.
 Por onde andas ?
Viajando pelo Oceano..
inundando minha alma com vagas sentimentais,
 ou navegando sem rumo..
Singrando o meu coração..
Qual viajante em Desespero ?
 Por onde andastes ?
 Pelas ruas da vida, pelas suítes dos hotéis,
 ou pelo jardins colorindo-os ainda mais com cores vivas ?
Nos quadros, lindos, verdes, vermelhos e pastéis ?
 Por onde andas ?
E me respondestes...
sempre estive junto de ti,
 sempre no teu coração.

- Se eu tivesse asas


Se eu tivesse asas...
alçaria vôos altos
sobrevoaria por belas paisagens
chegaria a lugares distantes
que hoje, só meu pensamento consegue alcançar...

Se eu tivesse asas...
não como um anjo a te guardar,
mas como um pássaro errante,
te seguiria numa constante
sempre a te acompanhar...

Ah! Se eu pudesse voar...
agora, nesse instante, com certeza
estaria pousando na janela do teu quarto,
e sorrateira velaria o teu sono
até que voltasses a acordar...

Ah! Se eu tivesse asas...
mais que voar
eu poderia um dia quem sabe,
ao teu lado,
reencontrar a minha paz!...

- E juntos Adormecemos..

http://3.bp.blogspot.com/-J5UR1IngcDo/TcBn2oTdsQI/AAAAAAAAAv4/CbgKoJdEl-c/s640/orgasmo+%25281%2529.jpg 
Quero você antes eu o dia amanheça, antes que o Sol nasça..
nesta Lua  tão bela, tão branca, nua, pura,
esperando para ser amada.
Vem meu amor, dispa-me completamente.
Hoje sou tua...
Possua-me sem pudor, sem limites,
 fúria louca, queimando em fogo ardente.
 Quero suas mãos desvendando o meu corpo nu..
 seu suor se misturando ao meu
 Quero beber do cálice que é teu corpo,
 desvendar teus segredos, realizar teus desejos..
 sentir o cheiro do teu sexo.
Me faz fêmea, me enlouquece, neste cio, nesta tara.
 Momento único..
 fecho os olhos e entrego-me,
 de corpo e alma neste momento.
Quebrando o silêncio... os gemidos...
 e por fim o inevitável..
 o orgasmo. 
Trocas de carícias e olhares,
beijos longos e cheios de carinho..
 e juntos adormecemos.

- Seu Erro

http://2.bp.blogspot.com/-8Z2AJc4_BKs/TZCc5fB0rzI/AAAAAAAAAIU/bPF7f699oIY/s1600/errar.jpg 

Amor sem tempo, amores que passam..
Momentos acabados, corações distantes, talvez despedaçados.. Corpos que já não se abraçam, esfriam sem o calor.
 O sorriso tão freqüente sumiu,
mas ninguém notou,
os anos já se passaram sem a lembrança de viver..
Deve ter se escondido para não mais sofrer.
 Mas nada adiantou condenar-se tanto,
viveu triste com seu pranto,
 sem a alguém pertencer, permanecer.
E agora que nada mais restou,
decidiu que é hora de viver, mas se esqueceu  que todos continuaram felizes, não importa como,
foram fortes, desafiaram a vida.
Mas nada é eterno, este foi seu erro,
 espero muito e esqueceu também do tempo,
 este que cruel não volta, leva a todos,
deixando apenas as lembranças ou talvez revoltas,
 por não ter sido feliz enquanto pode,
não ter amado quem merecia,
e ter morrido mesmo  estando com toda a vida.
Continuar a sofrer por errar, e nunca mais poder consertar.

- Tristeza

http://1.bp.blogspot.com/_wgKMTwNDxQQ/TC4byban0DI/AAAAAAAAIbU/s-M8_VrDSoc/s1600/tristeza-bajo-la-lluvia.jpg

Não era tanto... Mas não cabia no peito
Era mais que pranto com lágrimas e olhos vermelhos
Assim pelo meu desespero,
Por despetalar o que fora inteiro
A dor era o amargo lenitivo
Era fronteira que dividia os sentidos...
E unificava os versos como música
Ah! Se aquela estação fosse a última!
Se não houvesse tantas após
Se o tempo não fosse meu próprio algoz
Quando a noite findava a loucura
Adormecia em Sol menor e despertava com a Lua
Seguia os áureos ventos que insinuavam as veredas
Era um peregrino das paisagens serenas
Mas se aproximava o temporal e o cataclismo
Agora a brisa é vendaval, e ascensão é declínio
Via o vão abissal que fragmentava minha alma
Eu já não era imortal como imaginava
Assim como o palco vazio de um teatro
Meu espírito num monólogo e... fim do primeiro ato!
Resta-me o império devastado, E uma esperança em ruínas
Que antes da noite chegar, Tu me levarás a vida
Agora... sou constelação de uma estrela
Sei que não é o momento... Mas desculpe minha tristeza...

- Desilusão






















Vaguei por mundos numa busca incessante
Com um objetivo único:um olhar,um sorriso. Nesse percurso encontrei seres envolventes.. Fui obrigada a parar, ouvir, falar.
Muitas vezes convidada a ficar. Nunca fiquei. Vasculhei mundos, movida pela esperança.
Mente alerta, coração aberto. Dúvida inexistente.
Meus ser cantou na sua chegada.
Corpo, alma e coração...Gritei, minha prioridade voce! Sua voz meu guia...
Mover meu mundo, e nele colocar voce... Virar malabarista.. equilibrista... artista.
Alinhar mundos, colocar meu sol.
De repente tudo explode...sobra medo.
Razão ajuda o coraçao a guardar as armas da ilusão.
No final de tudo era só imaginação.

- A boca

http://redemetropolitana.com.br/imgs/f209.jpg 
E beijar a boca que essa garrafa de água molha
A boca que me adora, a boca que me devora
Que me engole e que me mata a sede
A boca de coração, por onde meu coração se perde
A boca divina, que me promete o paraíso
Que me fala besteiras que necessito ouvir
Que me jura amor, que me provoca
e pede para que a deliciosa tortura cesse.
A boca que guarda os alvos dentes que rosnam,
que se cerra para gemer.
E que esconde a alma mortal, a língua viva, indecente
Objeto maior da minha luxúria e do meu desejo
que despeja versos em meu ouvido,
que se enrola em versos para lamber o José,
que saliva ante aos olhos verdes.

- Sensualidade

http://1.bp.blogspot.com/_gVQoX_7Nfho/RxBlPb_tWoI/AAAAAAAAAKE/4JCXMSKcN-o/s1600/sensualidade.jpg

Fonte inesgotável da vida
Energia que jorra sonho e poesia
Etéreo odor que causa embriaguez
E traz ao corpo o entorpecer,
Sensualidade é química, adrenalina
É mistério, sedução
A doce magia que incendeia
Os sentidos que despertam
Na alquimia do prazer
A sensualidade não fenece
Ultrapassa o deserto da vida
Instala-se na mente, na imaginação
E, a sós, em cumplicidade
Satisfaz os desejos da carne
É a consciência do sentir em si
Percepções, sensações, emoções
E vivenciar a paixão.

- O Céu pelo Avesso

http://2.bp.blogspot.com/_tJcSz_R69Hs/TFsRzP8k9vI/AAAAAAAAAB8/9rXk0LoQaeg/s1600/Anjo-Negro-Tommy.jpg 

Foi longo tempo nessa terra
Que se passou diante as trevas
Já não havia mais o dia
Só uma luz radioativa
Que incendiava nossas almas
Numa pulsante dor macabra
Ao se apagar, foi despertar
Os anjos caídos atirados ao abismo
E na sede do teu ódio
Levantaram-se os inimigos
É Guerra Santa...
E quem virá nos salvar
Se eu pudesse ver
O que há do outro lado
Se eu pudesse tocar
O que não conheço
Se eu pudesse voar
Pelo espaço
Se eu pudesse tocar
O céu pelo avesso...
E nasce como dor pulsante
A nossa sede pelo sangue
As sete velas se apagaram
Foi pelo sopro do pecado
Anjos de luz e anjos negros
Se enfrentavam no deserto
O nosso tempo terminara
Ao se quebrar a última espada
E renasceu um novo tempo
E passaram anos
E completaram milênios
Homens se julgam sábios
Deixaram o céu pelo avesso
É Guerra Santa...
E quem virá nos salvar

- Felicidade

http://3.bp.blogspot.com/-6UfBV8y125A/TcWXsWvWgRI/AAAAAAAAAkM/P-wGnf3KOHA/s1600/felicidade-521x329.jpg 

Felicidade não tem peso,
nem tem medida,
não pode ser comprada,
não se empresta, não se toma emprestada.
Só pode ser legítima.
Felicidade falsa não é felicidade, é ilusão.
Mas, se eu soubesse fazer contas na medida do bem,
diria que a felicidade pode ter tamanho,
pode ser grande, pequena,
cabendo nas conchas da mão,
ou ser do tamanhão do mundo.
Felicidade é sabedoria, esperança,
vontade de ir, vontade de ficar,
presente, passado, futuro.
Felicidade é confiança:
fé e crença,trabalho e ação.
Não se pode ter pressa de ser feliz,
porque a felicidade vem devagarinho,
como quem não quer nada.
Ser feliz não depende de dinheiro,
não depende de saúde, nem de poder.
Felicidade não é fruto da ostentação,
nem do luxo.
Felicidade é desprendimento, não é ambição.
Só é feliz quem sabe suportar, perder,
sofrer e perdoar.
Só é feliz quem sabe, sobretudo, amar!
 

Declaração de Amor

http://2.bp.blogspot.com/_DjZvj6DrDp0/TGFXO_iv_4I/AAAAAAAAAIg/GmgRUq0-n-A/s1600/AMOR.jpg


Eu te amo do amanhecer ao anoitecer
e mesmo quando durmo, ainda te amo.
Eu te amo nas três dimensões, nas quatro luas,
nos quatro elementos, nas quatro estações, nos quatro pontos cardeais.
Eu te amo nos cinco sentidos, nas sete cores do arco-íris, nas sete notas musicais, nos doze signos do zodíaco,
em tudo o que existe eu te amo cada vez mais.
Eu te amo na procela e na calmaria,
em todos os josés e marias, nos infantes, nos anciãos,
nos amigos, inimigos ou irmãos ...
eu te amo em toda a criação.
Eu te amo no caos aparente ou na mais perfeita estrutura ...
eu te amo como o próprio criador ama a sua criatura.
Eu te amo no vento que vem do norte,
na linha do horizonte, na pequena fonte,
nas nuvens grávidas de chuva ...
eu te amo nos meus dias nefastos e nos meus dias de sorte.
Eu te amo na árvore frondosa,
na montanha majestosa, na pedra preciosa,
nas miríades de estrelas do universo ...
eu te amo no pequeno átomo, na imponderável constelação,
eu te amo para além de qualquer humana compreensão.
Eu te amo pelo pouco que sei de ti,
pelo muito que ignoro e por aquilo que somente posso pressentir.
Eu te amo na plenitude da lida,
no ocaso da vida ...
e, depois que eu me for,
nas lembranças que porventura eu deixar,
hás de encontrar perfumados e palpitantes restos
do que foi o meu amor !

- Energia

http://2.bp.blogspot.com/_-bSt5ieDXVk/S9V3iPDS99I/AAAAAAAAABI/-oe3XJbHBcw/s1600/lua.jpg 
Lua de amor
Lua de paixão
Nesta Lua a brilhar tenho a paixão.... do seu olhar... que a mim sabe chegar, como a luz a energizar... o aquecer que vem do Sol.
O aquecer que me conforta...
Que minha vida preenche... num preencher que aquece.
Permaneço, pois a ti quero amar.
Um amor verdadeiro, onde a luz que aquece, é a mesma do teu olhar.
Quero ficar contigo... sentir as suas mãos a me acariciar, suas mãos que me percorrem.
Na magia do Luar, desvendando os caminhos que a ti levarão... numa rota única, perfeita..
Onde o Eu e o Tu fundem-se formando o Nós.
 

- Os Pássaros



Até ontem, eu ainda não sabia
mas descobri em tempo
o que é viver viver é ter você!
Meus dias eram sonhos
pouco mais que devaneios
vazios de fervor isentos de calor.
E o que me sustentava
era algo imperceptível que eu não identificava
como se fosse uma espera.
De um vento que viria da neve que chegaria
quase impossível de crer que hoje eu sei: era você!
E agora está aqui
imagem refletida
no grande espelho da vida que ainda não posso tocar.
Mas um dia essa imagem
irá se aproximar
chegará como a primavera colorindo tudo.
Os pássaros farão festa
cantarão alegres junto comigo
para receber merecidamente
o nosso prêmio da vida.
Não importa por quanto tempo
tampouco importa aonde
basta-me saber que será que amanhã você virá.

- O que é a Vida ?

[Beautiful+dream.jpg]


O que é a vida
além do verbo esperar?
Esperamos nascer
para poder pisar um mundo colorido.
O que nossos pés encontram,
que desilusão!
Só um mundo em preto e branco...
Esperamos crescer
armazenando  sonhos elaborando castelos
que ninguém pode ver nossos olhos brilham
querendo chegar.
Esperamos vencer
por não entender onde se chegou
o que se buscou
talvez porque na verdade não estava lá...
Esperamos viver
desta vez em cores mas nossos amores
só fazem borrar puir e rasurar
o nosso interior...
Esperamos curar
essa dor que maltrata
da qual ninguém escapa a menos que se esconda
e em vez de viver
deixe o tempo passar...
Então já é tarde
é o ocaso da vida uma estrela preferida
acena de longe... Esperamos morrer...

- Estupro Mental

[MB.jpg]
Me trancaram num quarto de ódio
Porque não conseguriam me fazer chorar

Me jogaram na poça de lama
Porque sou feita de papel

Sou pedra, tijolo, papel e açucar
Sou muda, surda e grito no silêncio

Não sinto cheiro de gente
Só sinto o perfume da alma

Devoraram a minha carne
Mas não conseguiram prender meu pensamento

Sou vento, água e terra
Não queimo, não mato, não guardo nada em mim

Tiraram minha liberdade, tiraram minha língua
Mas eu ainda murmuro no vento

Não importa o quão funda é a castração,
É preciso cortar, retalhar, estripar
para calar a minha vontade de ser.

Blá...
Blá...
Blá...
Susurros no quarto escuro.

- Quem quase vive.. Já Morreu !!

http://1.bp.blogspot.com/_Z-JpZuvWfEo/TPlBJG71EoI/AAAAAAAAAKM/e4lVPuxPyNw/s1600/gotica1.jpg 

É a incerteza do talvez,
É a desilusão de um quase!
É o quase que me incomoda,
Que me entristece,
Que me mata trazendo tudo
Que poderia ter sido e não foi.
Quem quase ganhou ainda joga,
Quem quase passou ainda estuda,
Quem quase amou não amou.
Basta pensar nas oportunidades
Que escaparam pelos dedos,
Nas chances que se perdem por medo,
Nas idéias que nunca sairão do papel
Por essa maldita mania de viver no Outono.
Pergunto-me, às vezes,
O que nos leva a escolher uma vida morna.

A resposta eu sei de cor,
Está estampada na distância
E na frieza dos sorrisos,
Na frouxidão dos abraços,
Na indiferença dos "bom dia",
Quase que sussurrados.
Sobra cobardia e falta coragem
Até para ser feliz.
A paixão queima,
O amor enlouquece,
O desejo trai.
Talvez esses fossem bons motivos
Para decidir entre a alegria e a dor.
Mas não são.
Se a virtude estivesse mesmo no meio-termo,
O mar não teria ondas,
Os dias seriam nublados
E o arco-íris em tons de cinza.
O nada não ilumina,
Não inspira,
Não aflige nem acalma,
Apenas amplia o vazio
Que cada um traz dentro de si.

Preferir a derrota prévia
Á dúvida da vitória
É desperdiçar a oportunidade de merecer.
Para os erros há perdão,
Para os fracassos, chance,
Oara os amores impossíveis, tempo.
De nada adianta cercar um coração vazio
Ou economizar alma.
Um romance cujo fim
É instantâneo ou indolor não é romance.
Não deixes que a saudade sufoque,
Que a rotina acomode,
Que o medo impeça de tentar.
Desconfia do destino e acredita em ti.
Gasta mais horas realizando que sonhando...
Fazendo que planejando...
Vivendo que esperando...
Porque,
Embora quem quase morre esteja vivo,
Quem quase vive já morreu.

- A Morte à Minha Espreita

http://2.bp.blogspot.com/-YXt__qTILL0/TabDGsHeN2I/AAAAAAAAAik/RErKJhqFCw4/s1600/0gotico11.jpg 

Sou uma sombra na noite,
Vagueando por entre vultos e bêbados
Um reflexo vazio à luz da Lua,
Á procura de vida...
Da altivez da sua pele,
Onde as minhas gélidas mãos sintam o sangue correr
Quente e doce,
Onde o desejo queima a minha alma
Intenso e lento, até saciar a minha fome
Da tua carne e dos teus sonhos
Vivo através de outras vidas
Tendo a morte á minha espreita,
A escuridão acompanha-me, o sangue mantém-me
Enquanto os mortais celebram Morpheu
A angústia paira sobre as suas cabeças
Um perfume inebriante está ao redor
Transformando o que era receio em ansiedade
Uma lágrima cai enquanto o sangue escorre
Por entre os meus dedos,
Percorrendo um corpo febril,
Sem dor, sem medo,
Apenas o torpor dos meus caninos sedentos
Embriagando as suas almas em delírios,
Marcando as suas veias e seu destino,
Lábios ensanguentados proferem ternas palavras
Enquanto a pálida alma se entrega
A um olhar que atravessa os sentidos,
Mas sem se permitir atravessar,
Olhos que zelam por teu sono
Clama por meu nome em noites densas
Pois a dor é somente um sonho
Até o amanhecer...

- Tristeza Real

http://despertarespiritual.files.wordpress.com/2011/01/tristeza1.jpg 
A tarde consumida nojenta
Hipócrita mal servida deixa
No ar sensação de culpa.

Sexo abrupto perverso, mal feito!
Corpo lacerado humilhado, caído
Na sarjeta da indignação!

Dignidade ferida agonizante
Ato apavorante! À tarde segue
Consumada deitada morta-viva
Chorosa. Nas pernas da noite
O covarde, saindo escondido
Impune e sorrindo!

- Pérola Perdida

http://www.adilsoncosta.com/wp-content/uploads/2009/11/alma_perdida.jpg
Todas as noites vago como um fantasma
Em meio as catacumbas do cemitério das desilusões,
Gemidos e lamentações...
Procurando uma pérola que me fora roubada.

Devido a minha falta de precisão, deixei-a cair ao chão.
Foi quando surgiu um ladrão e a roubou,
Provocando-me pavor e dor!

Pérola como aquela difícil é de se achar,
De se comprar...
De se ganhar...

Quem a tem, nunca quer se desfazer.
Pois para a ter, é preciso merecer
E entender, o grande valor... Do amor!

Ah... Se eu pudesse encontrar a mãe concha,
E dizer-lhe: infeliz foste em conceber,
tão Inefável e incomparável pérola!
Sediada, exaltada e às vezes estupidamente humilhada...

Quantas conchas gemem de pesares, no fundo dos mares...
E quantas pérolas caídas ao chão...
Por falta de atenção e devoção.
Foram separadas, arrancadas, sem lar... Sem par!

Mas a lua cheia chegará...
E creio que a pérola ela me entregará.
Catacumbas não as visitarei, nem mais vagarei.
Pelos umbrais... Nem visitarei mais os cais....

- Quando

http://1.bp.blogspot.com/_CSVx-X8ytXc/S73rOFZRYEI/AAAAAAAAACk/EvUNR_aPlrA/s1600/butterfly11024.jpg 
 Quando eu chegar sem nada dizer
e permanecer em silêncio,
por favor, entenda que só quero estar perto de você.
Se notar que estou a ponto de chorar,
não me diga "não chore".
Deixe que as lágrimas venham
e perceba que eu só não escondo meu pranto de você.
Se eu lhe disser que estou muito triste,
por favor, não diga "não fique assim".
Deixe que a tristeza se esgote em mim
e entenda que para você não preciso fingir.
Quando, finalmente,
eu abrir um amoroso e fortalecido sorriso,
abrace-me carinhosamente,
e diga: "estamos juntos"
e preencha-se de renovada certeza
de que quando os papéis se inverterem,
eu serei para você
o que agora peço que seja para mim.
 

- Alma das Almas

http://4.bp.blogspot.com/-14XmWOJ64LE/TcSbC4pWnCI/AAAAAAAAAOc/5CE5Dsi5Ufg/s1600/alma.jpg

Alma das almas, minha irmã gloriosa,
divina irradiação do Sentimento,
quando estarás no azul Deslumbrarnento,
perto de mim, na grande Paz radiosa?!


Tu que és a lua da Mansão de rosa
da Graça e do supremo Encantamento,
o círio astral do augusto Pensamento
velando eternamente a Fé chorosa;


Alma das almas, meu consolo amigo,
seio celeste, sacrossanto abrigo,
serena e constelada imensidade;


entre os teus beijos de etereal carícia,
sorrindo e soluçando de delícia,
quando te abraçarei na Eternidade?!
 

- Para Sempre

[forever.jpg] 

Ah! para sempre! para sempre! Agora
não nos separaremos nem um dia...
Nunca mais, nunca mais, nesta harmonia
das nossas almas de divina aurora.

A voz do céu pode vibrar sonora
ou do Inferno a sinistra sinfonia,
que num fundo de astral melancolia
minh'alma com a tu'alma goza e chora.

Para sempre está feito o augusto pacto!
Cegos serenos do celeste tato,
do Sonho envoltos na estrelada rede,

E perdidas, perdidas no Infinito

as nossas almas, no clarão bendito,
hão de enfim saciar toda esta sede ...